Terra dos Papagaios

Terra dos Papagaios

Thursday, September 24, 2020

Nós, os ETs.

 


Nós, os ETs nasceu em plena pandemia, quando o planeta Terra parou e fomos confrontados,
mais uma vez, com o quanto somos frágeis e vulneráveis. Com o inimigo invisível à espreita
do lado de fora, confinado em casa com a família, o jornalista e escritor Marcel Souto
Maior começou a pôr no papel, à caneta, nas madrugadas de insônia, mensagens vindas de
outras galáxias, de dentro e de fora de nós...
Quem somos nós? Qual a nossa missão? De onde viemos? Para onde vamos? O que nos
move e comove de verdade? São respostas a estas perguntas que eles, os ETs, buscam neste
livro, ilustrado por Mariana Massarani.
“Quando a última frase ficou pronta — eu sabia que era a última —, pensei direto na
Mariana. Só ela poderia dar vida, cor e movimento aos ETs”, diz Marcel. Marcel e Mariana
trabalharam juntos no Jornal do Brasil, há mais de 25 anos, e ele sempre sonhou ter
um livro ilustrado por ela. Só faltava um detalhe: o próprio livro, uma narrativa infanto-
juvenil, que fosse de outro mundo.


“Precisou vir uma pandemia, uma realidade absurda, para a ficção vir junto”, diz o
jornalista, autor de best-sellers adaptados para o cinema, como a biografia As Vidas de
Chico Xavier, e cocriador de programas de sucesso para a TV, como “Profissão Repórter”,
com Caco Barcellos, e “Na Moral”, com Pedro Bial. Já o sonho de Mariana é outro: “Quero
ver um extraterrestre ou pelo menos uma frota de naves espaciais voando no céu”. Enquanto
o sonho não se realiza, ela imaginou como poderiam ser estes seres de outros planetas.
As frases de Marcel se uniram às imagens lúdicas e solares de Mariana — autora e
ilustradora de mais de duas centenas de obras (muitas delas premiadas com o Jabuti, entre
outros) — e ao projeto gráfico impecável do selo Caveirinha, da DarkSide® Books — que
inclui tintas desenvolvidas especialmente para a edição — e deu nisto: um projeto único.


Não por acaso Marcel define o livro como um sonho realizado. Um sonho agora
compartilhado com o público — e ETS de todas as idades. Um livro para ser aberto em
qualquer página, a qualquer hora — inclusive nas madrugadas de insônia — e para ser
observado com muita atenção. Porque detalhes muito especiais vão se revelando aos
poucos, em cada desenho e em cada frase. “Porque, nós, os ETs, fazemos faísca entre nós.”


Marcel Souto Maior nasceu em Brasília e mora no Rio de Janeiro em uma casa com quintal
onde caem jacas, que ele estranha, e por onde passeiam jabutis, que ele admira, que nem os ETs. Autor de best-sellers adaptados para o cinema, como As Vidas de Chico Xavier, e cocriador de programas de sucesso na TV, como “Profissão Repórter”, Marcel nunca tinha escrito um livro de ficção, até o mundo parar. Foi nas madrugadas de insônia, durante o confinamento, que os ETs mandaram notícias do “mundo de lá”.
Mariana Massarani nasceu e mora no Rio de Janeiro. Ilustrou mais de duzentos livros de
vários escritores, e catorze seus. Colabora com a revista Ciência Hoje das Crianças. Recebeu
muitas vezes os selos de altamente recomendado e o melhor para criança da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), o selo White Ravens e quatro prêmios Jabutis. Em Nós, os ETs, usou lápis bem macio e muito Photoshop. Seu sonho é ver um extraterrestre ou pelo menos uma frota de naves espaciais voando no céu.


Ficha Técnica
Título | Nós, os ETs
Autor | Marcel Souto Maior
Ilustrador | Mariana Massarani
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 30,4 x 21 cm, 56 páginas, capa dura
ISBN | 978-65-5598-022-6

Saturday, September 19, 2020

Baixem o ABC!

 



Estados Unidos, Portugal, Angola, Canadá, Argentina, Turquia, Singapura, Paquistão, Kuwait, Índia, Reino Unido, França, Espanha, Alemanhã, China, Chile e Australia. O ABC DOS RECIFES DE CORAL se espalha pelo mundo 🚀🚀🚀. 

Quem não baixou ainda aproveita! 

Crianças de 2 a 102 estão se divertindo e aprendendo gratuitamente!!!!

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.org.coralvivo.abc


UM BOM ABECEDÁRIO contribui para estimular e fixar o processo de alfabetização, e funciona como um objeto lúdico, pois guarda a senha do pensamento abstrato em sua fórmula aparentemente simples. Concebido para encantar os leitores iniciantes, este livro traz palavras relacionadas aos ambientes recifais brasileiros. Seu objetivo é aguçar a curiosidade e o interesse por esses tesouros submersos. Grande parte dos seres marinhos vive nos recifes de coral, que fornecem abrigo e alimentação para diversos organismos. Algumas palavras aqui apresentadas já fazem parte do cotidiano de muitas pessoas, outras enriquecerão seu vocabulário. Várias são de leitura fácil, outras tantas oferecem mais complexidade. Muitas das espécies retratadas só ocorrem no Brasil, e algumas estão ameaçadas de extinção. Os nomes populares dados aos seres do mar variam de região para região, por isso, propositalmente, foram escolhidos nomes usados em diferentes localidades. Que um número cada vez maior de pessoas possa conhecer nossos ambientes coralíneos, e que a maresia invada as cabeças dos brasileiros que estão começando a ler, para que o amor por toda essa riqueza se fixe para sempre em seus corações!

- Permite leitura linear ou por letra do alfabeto, com áudios das palavras
- Desafia o leitor iniciante a brincar com as palavras, ligando-as às imagens correspondentes
- Tem como bônus a brincadeira chamada “mergulho noturno”, onde a criança é provocada a procurar pelos seres marinhos utilizando o toque na tecla com lanterna
- Baseado nos resultados de pesquisas biológicas e pedagógicas
- Ilustrado por Mariana Massarani, uma das artistas mais queridas das crianças brasileiras
- Organizado por Débora Pires (bióloga marinha, fundadora do Projeto Coral Vivo) e Bia Hetzel (escritora premiada de livros para crianças)
- Trilha sonora original, composta pela pianista Paula da Matta


Monday, September 14, 2020

Monday, August 24, 2020

#defendaolivro

 


Crônica linda sobre o livro da Marina Colasanti bem aqui!




Friday, August 21, 2020

Contos na Quarentena

 

Enreduana no Spotify!

Na voz de Nina Rizzi!

Wednesday, August 19, 2020

ABC do Coral Vivo!


Estados Unidos, Portugal, Angola, Canadá, Argentina, Turquia, Singapura, Paquistão, Kuwait, Índia, Reino Unido, França, Espanha, Alemanhã, China, Chile e Australia. O ABC DOS RECIFES DE CORAL se espalha pelo mundo 🚀🚀🚀. 

Quem não baixou ainda aproveita! 

Crianças de 2 a 102 estão se divertindo e aprendendo gratuitamente!!!!

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.org.coralvivo.abc



Wednesday, August 05, 2020

ABC dos Recifes de Coral

         

um APP gratuito para estimular a alfabetização

e atiçar a curiosidade pelo ambiente marinho!



Android e IOS, grátis!

A pandemia forçou adaptações não só nas rotinas e hábitos de todos nós, mas também desafiou a criatividade de profissionais envolvidos em ações de Educação e Sensibilização dos Projetos de Pesquisa e Conservação Ambiental. O Projeto Coral Vivo foi rápido no gatilho! Débora Pires, pioneira no estudo dos recifes e corais brasileiros, com uma rica trajetória na área, Fundadora e Conselheira do projeto, convocou uma tropa de artistas da pesada para atingir os objetivos das ações presenciais suspensas, através da criação de produtos digitais da melhor qualidade. E quem ganhou com isso foi toda a população do Brasil, do Oiapoque ao Chuí, dos recantos mais distantes da costa até os marinheiros conectados em alto mar. Está chegando GRATUITAMENTE em todas as lojas digitais, para todos os “telefones espertos”, tablets e também para a Web, um abecedário digital com vocabulário de seres e objetos ligados aos ambientes recifais brasileiros. Bia Hetzel cuidou da organização junto com Débora, e inventou uma brincadeira de “brinde” chamada Mergulho Noturno, Mariana Massarani fez mais de uma centena de ilustrações com seu traço inconfudível e adorado, e a pianista Paula da Matta compôs duas músicas para fisgar de vez os leitores iniciantes na experiência lúdica do abecedário. Baixa aí e conta o que achou. E, se puder, ajuda a divulgar por favor, para que essa boa nova espalhe alto astral e maresia para estimular a Educação, a Cultura e a Conservação Ambiental no Brasil.